Eaton apresenta nova caixa de transmissões

 

Tamanho do texto;

A multinacional norte-americana Eaton, maior fabricante mundial de transmissoes automotivas, acaba de lancar uma nova transmissao projetada por seus engenheiros no Brasil, onde a empresa tem fabricas em Valinhos e Mogi Mirim (SP) e em Caxias do Sul (RS).

A transmissao FSC - 4505 tem cinco velocidades, todas sincronizadas, incluindo a marcha re, e foi desenvolvida para uso em microonibus (ate 11 toneladas) e caminhoes leves (ate 12 toneladas) de uso urbano, ou seja, em aplicacoes que exigem muitos engates.

“Pensamos especialmente no conforto do motorista e na economia, alem de termos chegado a um produto duravel, feito para aguentar 300 mil quilometros de uso em microonibus e 350 mil em caminhoes”, informou o diretor de marketing e vendas da Eaton, Ricardo Dantas, na entrevista coletiva de apresentacao do produto, no ultimo sabado, num resort do Guaruja. Em geral, no Brasil, as transmissoes sao feitas para durar 250 mil quilometros. 

Outra caracteristica da FSO-4505 e o baixo ruido. Presente a coletiva, o engenheiro Jose Luiz Ferraz de Camargo, gerente da Eaton que esteve a frente do projeto, chamou a atencao para o fato de que a maior comodidade do usuario e a melhor precisao na troca de marchas se deve a um novo sistema de controle da caixa, com quatro varoes. “O material utilizado tambem faz a diferenca. Os aneis sincronizadores, feitos de aco sinterizado, sao mais largos e revestidos com fibras de carbono EMFII, tecnologia patenteada pela Eaton”, disse Camargo. 

O produto e novo, mas ja vem testado em condicoes normais de uso no cotidiano. Segundo comunicado de imprensa da Eaton, o chefe de manutencao da Radial Transportes, Marcos Carvalho, declarou: “Depois que instalamos a transmissao 4505, o veiculo tem trabalhado muito bem, com melhora de 90% em relacao a caixa anterior. O engate dessa caixa e mais macio, tanto subindo marchas como nas reducoes. No final do dia, estamos mais descansados”.

A nova caixa ja equipa microonibus Agrale, modelo MA 10. O diretor Ricardo Dantas preve um bom futuro para ela. A Eaton espera dobrar seu volume de negocios para o mercado interno e externo nos proximos quatro anos, com base especialmente na venda de transmissoes para comerciais leves e pick-ups. A tendencia de crescimento nessas faixas nao e nova: segundo Dantas, a participacao dos caminhoes e onibus leves cresceu de 26% para 38% nos ultimos 10 anos, no total do mercado de caminhoes e onibus.