Scania500K

Boa média leva Fratus a renovar a frota com o DAF XF

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Valorização do usado e financiamento pelo banco da marca somaram na decisão

Com sede em Marialva, no Norte do Paraná, e atuando no transporte de minérios na rota de Corumbá (MT) com implementos de nove eixos, a Fratus Transportes está satisfeita com a performance do DAF XF, o pesado top de linha da marca.

“As marcas estão quase todas iguais, mas os caminhões com tecnologia common rail, caso dos novos DAF, estão apresentando melhores resultados”, opina Fernando Fratus se referindo às médias de consumo, principal preocupação dos transportadores sobretudo depois das recentes altas do diesel.

Lançados em 2020, os novos DAF XF chegaram equipados com o motor  Paccar MX13 que proporciona alta potência e torque em velocidades baixas. Isso se deve a um recurso denominado donwspeeding por meio do qual o motor de seis cilindros em linha trabalha sempre na menor faixa de rotação possível.

Já no sistema de injeção common rail, citado pelo Fernando, a bomba de combustível envia todo o diesel constantemente para um único tubo, como diz o nome, gerando alta pressão. Como todos recebem a mesma pressão a partir de uma única bomba, o gasto de energia e combustível do motor é bem reduzido. Para efeito de comparação, num motor comum a injeção de combustível para os cilindros ocorre por meio de vários tubos separados.

MOTORISTAS – A empresa foi fundada há 10 anos por Paulo Fratus que desde os 18 anos de idade era caminhoneiro. Hoje, com uma frota de 58 caminhões, a transportadora passou a ser administrada pelos filhos Fernando, Fernanda e Franciele. Como o pai, Fernando passou 10 anos na estrada e conhece bem a rotina da profissão. Por isso, uma das estratégias da empresa é valorizar o motorista, principalmente com uma ótima remuneração baseada em comissões sobre o faturamento de cada caminhão. Daí a importância da busca constante por boas médias de consumo.

A nova geração da Fratus: Carlos, Fernanda, Franciele e Fernando

“Todos os caminhões hoje possuem tecnologia, mas é o caminhoneiro quem define a média e, no preço que o diesel está, o que se economiza no final da muita diferença”, explica Fernando. Segundo ele o segredo está em andar devagar, com segurança, ter visão da estrada e andar sempre na faixa de torque ideal.

A estratégia da empresa é manter a frota renovada, contratar, treinar e manter na empresa bons motoristas. A Fratus já utilizava a versão anterior, a linha amarela dos DAF e hoje renovou toda frota com os novos XF que já somam 20 unidades do total de 58: “Houve uma grande evolução nos novos DAF XF, mudaram da água para o vinho em relação a linha anterior. Com este sistema common rail, o caminhão que fazia 1,7 km/l de média, hoje faz 2”, compara.

Fernando destaca também a política comercial da marca que valorizou os modelos usados na troca, baseando-se na tabela FIPE, e facilitou o financiamento feito pelo banco Paccar Financial, o braço financeiro da montadora que além de ter profissionais especializados no setor de transportes, tem praticado taxas de juros que, segundo ele, dificilmente os bancos de varejo conseguem cobrir.

A Fratus está indo para a próxima Fenatran (07 a 11 de novembro em São Paulo) fazer negócios: “o ambiente da feira é muito favorável, com promoções das montadoras e ótimas taxas”, argumenta Fernando que espera ainda encontrar no evento os atuais caminhões com motorização Euro 5 já que, no ano que vem, chegam os modelos com motores Euro 6, menos poluentes, mas com valores bem acima dos atuais.

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário