Scania500K

DAF cresce 18% e aumenta produção

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Montadora com fábrica em Ponta Grossa (PR) também comemora marca de 30 mil veículos produzidos no País

Ao completar 10 anos de operação no Brasil, a DAF Caminhões, empresa do Grupo PACCAR com fábrica em Ponta Grossa (PR), tem diversos motivos para comemorar. A montadora ultrapassou a marca de 30 mil veículos produzidos no País. Num momento em que o mercado brasileiro de caminhões encontra se retraído, a DAF experimentou um crescimento de 18,2% nas vendas no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2022.

O pioneirismo na introdução da tecnologia Proconve P8/Euro 6 no Brasil garantiu à marca estar entre as três que mais emplacaram caminhões zero quilômetro em 2023. E a expectativa é de aumentar em 15% a produção em Ponta Grossa neste ano.

“Ao completarmos uma década de Brasil, registramos nosso melhor desempenho. Conquistamos o reconhecimento do mercado frente à excelente qualidade dos produtos premium e estamos orgulhosos com todo o time da DAF por chegarmos com força à marca de 30 mil veículos com muitas vitórias. O ambiente da DAF é realmente de notícias positivas para o mercado brasileiro”, celebra Luiz Gambim, Diretor Comercial DAF Brasil.

Ele ressalta que a trajetória da marca é fruto de um planejamento estruturado e segmentado, dentro de um compromisso de longo prazo.

Em 2022, a DAF comemorou seu melhor ano desde o início da operação no País com mais de 7.700 caminhões fabricados e 6.700 caminhões emplacados – um aumento de 21,3% em relação aos resultados de 2021.

A montadora iniciou a comercialização no Brasil com os modelos DAF XF105, em 2013, e CF85, em 2015. Em 2020, lançou o DAF XF, o principal veículo e mais vendido da marca hoje, e, em 2021 e 2022, os novos caminhões da família CF. Em apenas dois anos de comercialização da Nova Linha DAF, a fabricante ultrapassou o volume de vendas dos sete anos iniciais das operações no Brasil.

NOVA MOTORIZAÇÃO

Em 2020, ao trazer o Novo DAF XF ao Brasil, a DAF optou por adaptar o modelo, que já era Euro 6 na Europa, para a tecnologia Euro 5. Com isso, quando a nova legislação do Proconve P8/Euro 6 estava prestes a entrar em vigor, a empresa somente precisou readaptar os modelos da Nova Linha DAF, passando-os por alterações relacionadas a emissões de poluentes.

Durante os anos em que os caminhões estiveram rodando pelas estradas brasileiras com tecnologia Euro 6 readaptada para Euro 5, foram feitos inúmeros e rigorosos testes de laboratório e com clientes, o que resultou em validação, aprovação e reconhecimento da marca DAF no Brasil e caminhões Euro 6 altamente confiáveis.

Além disso, algumas alterações mecânicas aliadas às transmissões com troca de marchas otimizadas, eixos traseiros de elevada eficiência e uma melhor aerodinâmica resultam numa redução de consumo de até 2%. Destaque também para o Controle de Cruzeiro Preditivo (CCP) de série, que pode gerar uma economia de até 6%. “Como resultado, temos 8% de eficiência de combustível e um dos índices mais baixos de consumo de Arla do mercado (5%). Esse conjunto de melhorias diminui em até 30% os custos de manutenção, proporcionando, ainda, uma redução de 10% no Custo Operacional Total (TCO)”, explica o executivo.

MAIOR PARTICIPAÇÃO

O sucesso da nova motorização fez com que a DAF aumentasse seu market share no segmento acima de 15 toneladas para 9,2% e, acima de 40 toneladas, para 12,9% – resultado que fez a marca figurar na segunda e na quarta colocações em vendas do segmento neste ano. “Sem dúvidas, ganhamos mercado porque oferecemos produtos com diferenciais importantes, preços competitivos, alta qualidade e tecnologia que despontam entre os clientes. Se somos a primeira opção de compra para muitos é porque escolhemos, sempre, o melhor para o país”, conclui Gambim.

DAF cresce
Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário