VWCO Agrishow

Mercedes-Benz desenvolve Atego com nível 4 de automação

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Veículo foi adaptado para um negócio exclusivo da Ypê, em Amparo (SP)

É da Mercedes-Benz do Brasil o primeiro caminhão com Nível 4 (SAE) de automação em operação em uma planta industrial no País. Esta inovação é fruto de uma parceria da Empresa com a startup Lume Robotics, responsável pela tecnologia de automação agregada ao veículo.

Por meio de um processo de configuração e parametrização, o modelo em questão, o cavalo mecânico Atego 1730 autônomo, foi especificamente adaptado para um negócio exclusivo do Brasil: a operação na Ypê, empresa 100% brasileira, atuante no segmento de higiene e limpeza, localizada na cidade de Amparo (SP).

Este caminhão está sendo apresentado ao público na Fenatran 2022, maior evento do setor de transporte na América Latina, entre 7 e 11 de novembro, na cidade de São Paulo.

“Nossa Empresa é uma das fabricantes de veículos que mais interagem com startups no País e essa iniciativa nos traz novas e ótimas experiências, além de muito conhecimento junto com a Lume Robotics, que é referência em automação no Brasil. Temos pensado fora da caixa, olhando para além dos portões da nossa fábrica e unido expertises com outros especialistas. Este é o caso do caminhão autônomo Nível 4 em parceria com a Lume Robotics, uma tecnologia sem precedentes em nosso país”, destaca Achim Puchert, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina.

“Ou seja, juntamos nossa expertise em caminhões com a da Lume Robotics em mobilidade autônoma e com a Ypê, que tem um dos centros de distribuição mais modernos do país. Nosso foco é entregar o melhor produto de tecnologia mais recente para o nosso cliente, seja qual for sua necessidade e especificidade”.

Caminhão autônomo impulsiona um novo modelo de negócio no Brasil

“Além de desenvolver uma avançada solução tecnológica para novas demandas dos clientes e novas tendências do mercado, a Mercedes-Benz vai mais longe, chegando a um novo modelo de negócio no Brasil”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

“Passamos a oferecer consultoria especializada no ecossistema de veículos autônomos, com entrega de soluções customizadas aos clientes. Ou seja, mais do que a venda técnica de um produto, oferecemos uma venda consultiva para os clientes. O grande diferencial é que cada operação com caminhão autônomo tem suas características e necessidades específicas. Nossas equipes fazem levantamentos caso a caso, propondo as soluções de automação mais assertivas e indicadas”.

Neste caso específico de condução autônoma de Nível 4 o caminhão se movimenta em áreas confinadas e controladas, a baixa velocidade e com alta precisão nas manobras. “Devido à atuação de diversos sensores e câmeras, o sistema da Lume Robotics reconhece todos os obstáculos que foram mapeados, incluindo pedestres. Com inteligência artificial, o caminhão memoriza todas as características do local onde atua”, diz Roberto Leoncini. “É importante ressaltar que o motorista segue presente na logística da operação, acompanhando o processo e podendo até realizar outras tarefas”.

O executivo informa que a Ypê aprovou essa ideia e foi a primeira a adquirir o Atego autônomo, que está, então, sendo preparado para operar, durante 24 horas por dia, para carregamento e descarregamento automáticos no interior da fábrica de Amparo, transferindo produtos entre as linhas de produção e o centro de distribuição, que também são interligados por um sistema de automação industrial. “A Mercedes-Benz já vendeu quatro caminhões Atego 1730 autônomos para Ypê, o primeiro deles será entregue nesse mês e os outros três no início do ano que vem. Dessa forma, nossa solução com a Lume Robotics otimiza a produtividade da operação de transporte e logística interna da Ypê, assegurando eficiência, precisão e segurança”.

“A Ypê é uma empresa que sempre foi inovadora e este projeto confirma nossa visão de futuro. A aquisição do Atego Autônomo vem ao encontro da nossa estratégia, que alia crescimento a tecnologia para o nosso novo Centro de Distribuição 4.0, em Amparo (SP). Nosso CD foi transformado em um dos mais modernos e tecnológicos CDs do Brasil e de toda a América Latina, com o objetivo de evoluirmos ainda mais na qualidade do serviço prestado aos nossos clientes. Ao nos tornarmos a primeira empresa brasileira a adotar o veículo autônomo na sua logística interna, reforçamos o nosso compromisso com a inovação dos processos, o que trará ganhos ainda mais significativos de produtividade no transporte de cargas entre as unidades produtivas e o CD de maneira ágil e precisa”, afirma Jorge Eduardo Beira, Vice-Presidente de Operações da Ypê.

Mercedes-Benz acredita no avanço de caminhões autônomos no Brasil

Roberto Leoncini diz que a parceria com a Lume Robotics reafirma a crença da Mercedes-Benz na expansão de veículos autônomos no Brasil. “Nossa expectativa é de sucesso do Atego 1730 com a Lume Robotics na fábrica da Ypê, repetindo o êxito da nossa parceria com a Grunner, startup que utiliza o nosso Axor como base de sua máquina inteligente de direção autônoma na colheita da cana-de-açúcar”.

Com base nessas iniciativas bem-sucedidas, o executivo aponta mais possibilidades para caminhões autônomos no País em diversas atividades, seja em operações confinadas em indústrias e galpões logísticos ou em severas aplicações fora de estrada. “Como, por exemplo, na mineração e em grandes obras de infraestrutura, em locais de condições extremas onde a operação autônoma do caminhão pode proporcionar mais segurança para os motoristas nas situações de risco. Neste caso, a máquina pode ajudar o homem, sendo um assistente confiável, eficiente, produtivo e seguro”, reforça Roberto Leoncini.

A tecnologia desenvolvida pela Lume Robotics

A tecnologia desenvolvida pela Lume Robotics de mobilidade autônoma consiste num sistema robótico avançado, composto por hardware e software, que confere a um veículo a capacidade de trafegar de modo totalmente autônomo em situações específicas. O sistema é capaz de criar mapas e rotas de uma determinada região, possibilitando que o veículo trafegue de forma autônoma, evitando obstáculos estáticos e dinâmicos, lidando com todos os elementos de trânsito e alcançando o destino predefinido.

“Com esta inovação, a Lume Robotics consolida um marco da tecnologia de veículos autônomos, implantando, junto à Mercedes-Benz do Brasil, a primeira operação efetiva de caminhões autônomos em planta fabril de todo o Hemisfério Sul. Isso promove o Brasil ao seleto grupo de mercados que dominam a tecnologia de veículos autônomos, segmento que movimentará sete trilhões de dólares até 2050, segundo a Pesquisa Strategy Analytics. Com esta iniciativa, a Mercedes-Benz do Brasil e a Ypê, nossas parceiras, dão um passo à frente na liderança de projetos inovadores da Indústria, com a adoção de uma tecnologia disruptiva que visa o aumento de segurança, eficiência e produtividade, alinhando-se às tendências mundiais da Indústria 4.0”, afirma Rânik Guidolini, Diretor Executivo da Lume Robotics.

Estratégia Autônoma da Daimler Truck: implantação hub a hub nos EUA

A Daimler Truck segue uma estratégia dupla quando se trata de direção autônoma. Por meio de sua subsidiária independente Torc Robotics, a Daimler Truck está conduzindo o desenvolvimento de caminhões autônomos SAE Nível 4 nos Estados Unidos. A solução desenvolvida a partir desta parceria é especializada e projetada para lidar com o tráfego entre centros de distribuição em rodovias — este caso de uso hub a hub está estabelecendo a referência de segurança, confiabilidade e custo por milha. Ao mesmo tempo, a Daimler Truck está trabalhando com a Waymo. O objetivo: combinar a tecnologia de direção autônoma da Waymo com o Freightliner Cascadia, que deverá estar disponível nos EUA nos próximos anos.

 

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário