Scania500K

Mulheres passam a dirigir veículos mais pesados

Pinterest LinkedIn Tumblr +
Consorcio-Fenatran2024

Entre dezembro de 2021 e dezembro de 2022, cresceu o número de motoristas do sexo feminino habilitadas a dirigir carretas

Assim como entre homens, o número de mulheres habilitadas nas categorias C, E, AC e AE, que permitem dirigir caminhões e carretas, caiu 5,7% de 2021 para 2022. Elas eram 121.333 e passaram a 114.348 no final do ano passado.

A boa notícia é que, ao contrário dos homens, houve uma migração de parte das mulheres de CNH C e AC, que só permitem pilotar caminhão, para E e AE, que também permitem dirigir carretas. Elas eram 23.319 e passaram a 25.496, no fim do ano passado.

Veja no vídeo uma entrevista com Raquel Serini, coordenadora do Instituto Paulista do Transporte de Cargas (IPTC), do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo (Setcesp). Antes de falar sobre a questão das mulheres caminhoneiras, ela aborda a falta de mão de obra no setor como um todo.

Veja reportagem completa sobre o assunto na nova edição digital da Revista Carga Pesada. Clique aqui.

Truckscontrol
Compartilhar

Deixe um comentário